Este espaço publicitário pode ser seu
Primeira página  |   Publicite connosco  |   Favoritos  |   Classificados  |   Estatuto Editorial  |  Login  | Registo Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019
Actualidade Política Concelho Cultura Desporto Entrevista Participe Nós
 

Concelho perdeu 1600 residentes em dez anos
Barcelos é a cidade do quadrilátero que mais residentes perdeu

Barcelos e Guimarães são os únicos concelhos do quadrilátero que perdem habitantes.

Barcelos perdeu cerca de 1600 residente nos últimos dez anos e é o concelho do quadrilátero (Barcelos/Braga/Guimarães/Famalicão) que apresenta a maior queda na percentagem de população (1,31%). Guimarães também caiu (0,92%), mas Braga acaba mesmo por ser dos concelhos que maior taxa de crescimento apresentou na última década (10,74%), segundo resultados preliminares os Censos 2011, divulgados no dia 30 de Junho.

Na região, a vizinha Viana do Castelo também cresceu (0,15%), enquanto que nos vales do Cávado e Ave há a destacar as subidas populacionais de Amares (1,97%), Esposende (3,11%), Vila Verde (2,55%), Vizela (4,93%) e Trofa (3,49%). Os restantes acompanharam as quebras de Barcelos e Guimarães, sendo de realçar as de Terras de Bouro (12,79%) e Vieira do Minho (12,67%).

Vila Boa "ultrapassou" Martim; Couto substitui Fralães

Em termos meramente concelhios há dados relevantes, como o facto de a cidade continuar a perder residentes (580 desde 2001, tendo, agora, 4633) e até mesmo Arcozelo já ter começado a "deixar fugir" habitantes (13.375, em 2001; 12.838, em 2011). Aliás, a área urbana perdeu cerca de meio milhar de habitantes e, à excepção de Santa Eugénia, V. F. S. Martinho e Vila Boa, as restantes do perímetro urbano (Arcozelo, Barcelos, Barcelinhos e Vila e Frescainha S. Pedro) perderam população.

Das 89 freguesias, apenas 26 ganharam residentes segundo os últimos Censos, sendo de destacar que Vila Boa, cada vez mais urbanizada e com o Estádio Cidade de Barcelos a servir como "chamariz" para mais população, é, agora, a quinta freguesia com mais residentes (2454), num crescimento de quase um milhar. Fora de "top 5" ficou, desta forma, Martim, que também registou uma queda nos últimos dez anos e tem agora 2376 residentes. A "morder" os calcanhares de Martim encontram-se, para além de Pousa, apesar da descida, Vila Frescainha S. Martinho (subiu dos 2219 para os 2370); Lijó (também com uma subida, dos 2191 para os 2307) e Carapeços (dos 2186 para os 2284). Assim, Arcozelo continua como a freguesia mais populosa, seguida de Barcelos, S. Veríssimo (tinha 3115, agora tem 3025) e Galegos Santa Maria (desceu dos 3081 para os 2989).

Como curiosidade o facto de Monte de Fralães ter deixado de ser a freguesia com menos residentes, em troca com o Couto. Aliás, Fralães poderá ter ganho habitantes a Viatodos, visto que a freguesia do limite do concelho perdeu 183 habitantes, enquanto que a vizinha ganhou 137, estando agora com 407 residentes. Esta eventual "transferência" poderá estar relacionada com o diferendo judicial dos limites geográficos que opõe as duas localidades, podendo querer dizer que Fralães estará a ganhar a causa.

Autor: Pedro Granja
Quinta-feira, 07 de Julho de 2011 - 14:30:07

Notícias relacionadas
Comentar  |   Imprimir  |   Voltar...
COMENTÁRIOS
Esta notícia ainda não foi comentada.
Comentar  |   Imprimir  |   Voltar...
 
 
Termos de utilização  |  Política de privacidade  |  Contactos | Informação institucional - Lei da transparência  
Termos de utilização    |    Política de privacidade    |    Política de cookies    |    Resolução Alternativa de Litígios    |    Livro de Reclamações On-line